Modificações ao PMDI feitas por Fernando Pacheco podem atrair recursos para o interior

Modificações ao PMDI feitas por Fernando Pacheco podem atrair recursos para o interior

O Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) estabelece as principais diretrizes de longo prazo para a atuação do governo estadual, tem projeção de 10 anos e abrange todas as políticas públicas estaduais. Nesta última terça (29/10), o deputado estadual Fernando Pacheco protocolou suas emendas ao PMDI, visando valorizar a Zona da Mata.

Em seus projetos, Pacheco buscou direcionar mais recursos para as cidades do interior de Minas Gerais, fomentar a agricultura familiar, o empreendedorismo regional e a implementação de iniciativas criativas e sustentáveis. “Precisamos fazer nossas políticas públicas visando projetar o interior no cenário nacional e internacional, muitos projetos acontecem no interior e precisam de nosso apoio para que sejam implementados”, explicou.

Como um deputado municipalista, Pacheco se pauta em incentivo a investimentos em negócios sustentáveis no interior, agricultura familiar e implementação do projeto Minas Macaúba (projeto que criará uma rede de plantio e extrativismo de óleo para transformação em bioquerosene de aviação). Este PMDI tem vigência até 2030.