Alimentação pós Covid

Alimentação pós Covid

Conexão com especialista #27

A Síndrome pós-covid se trata de manifestações clínicas relatadas por pessoas contaminadas pelo vírus covid-19, efeitos colaterais que podem aparecer após a contaminação e permanecer por um longo período de tempo.

Muitas pessoas contaminadas pelo vírus covid-19 perderam o paladar e o olfato e mesmo após a sua recuperação permaneceram com dificuldades para se alimentar e perda de prazer pela comida. Para isso é necessário treinar novamente nosso cérebro para reconhecer esses sabores que estão atualmente desconhecidos.

A alimentação é o nosso mais poderoso remédio, através dela conseguimos nos nutrir e gerar energia necessária para o funcionamento completo do nosso corpo, por isso é de extrema importância buscar uma alimentação equilibrada e saudável.

Ainda não existe estudo científico para reverteresses efeitos colaterais, mas existem evidências de que treinar nosso olfato pode ajudar na recuperação dos cheiros, dessa mesma forma treinar nosso paladar pode ajudar também a melhorar os sabores perdidos.

É orientado ao paciente que pense sempre no cheiro do alimento antes de consumi-lo, e que tenha persistência pois a recuperação não é um processo rápido para todos.

O consumo de alguns alimentos pode ajudar a recuperar o paladar perdido devido a contaminação, devido a produção de saliva, dessa forma facilita a deglutição e ajuda na restauração do paladar.

Os alimentos de sabor marcante encontrados nos cinco gostos básicos são os mais indicados. O sabor amargo do jiló, café e chocolate amargo 100% podem ajudar. O azedo do maracujá, do morango e do limão. O sabor marcante da azeitona e o queijo parmesão. E o doce do melão e da manga. E o quinto sabor conhecido como UMAMI presente no brócolis, ovo, tomate são indicados para ajudar nesse treinamento do paladar.

A água também é essencial após esse período de infecção pelo covid-19, os alimentos antioxidantes além de prevenir ajudam também na restauração.

Com persistência os sabores e cheiros podem ir voltando ao seu estado normal para esses pacientes que sofreram com a infecção do vírus.

Dayalla Mazini Prata – Nutricionista

CRN9- 26513/P